All for Joomla All for Webmasters

Exatamente! O boleto sem registro ou CNR (cobrança não registrada) deverá deixar de existir em 2017. A notícia foi divulgada no primeiro semestre de 2015 e os sindicatos devem se preparar para essa nova mudança.

O Projeto Nova Plataforma de Cobrança, da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), tem o objetivo de trazer mais transparência ao mercado de pagamento.

Mas o que está realmente por trás dessa iniciativa é a necessidade de os bancos reduzirem prejuízos advindos de fraudes de boleto. O golpe consiste em alterar o número do código de barras e desviar o pagamento para outra conta.

De acordo com dados da Febraban, cerca de 3,6 bilhões de boletos são emitidos anualmente no Brasil – sendo 40% deles sem registro.

Os bancos também sofrem com diversas inconsistências dos boletos sem registro, que acontecem quando um cliente muda, de forma deliberada, o valor de um boleto ou a data de vencimento. Cerca de 1 bilhão destas ocorrências são registradas por ano.

Desde junho de 2015 os bancos já não oferecem mais a modalidade sem registro para clientes novos.

Consta do projeto que nos boletos registrados será obrigatório constar o CPF ou CNPJ do pagador (sacado).

E como ficam os boletos sem registro?

De acordo com comunicado da Febraban, “os boletos de cobrança oriundos de cobrança sem registro somente poderão ser recebidos pelo Banco Beneficiário (emissor)”.

Ou seja: a cobrança sem registro não deixará de existir. Mas exigir que o boleto seja pago no banco emissor com certeza será um complicador para a operação.

O DATASIND está preparado para emissão de boletos com ou sem registro!

O que esperar com o fim do boleto sem registro

O boleto sem registro é amplamente utilizado principalmente pela questão do custo, pago ao banco quando da liquidação do título (ou seja, não existe custo de emissão). Já o boleto com registro pode ter taxas como a de registro, da custódia e da liquidação, além do protesto (as taxas variam de banco para banco).

E as taxas cobradas pelos bancos?

Podem existir taxas para os seguintes itens:

  • Ao registrar um novo título, mesmo se o boleto for pago ou não.
  • Na liquidação do boleto. Quando o banco recebe o pagamento do boleto.
  • Taxa de permanência/manutenção. Após algum tempo que o título fica em aberto, o banco pode cobrar uma tarifa a mais sobre o boleto.
  • Alguns bancos têm a opção de auto baixar os títulos depois de uma determinada quantidade de dias do seu vencimento.
  • Pedido de alteração de dados. Se for necessário editar algum dado do boleto, alguns bancos cobram essa edição.

OBS: As taxas variam de banco para banco.

Principais diferenças entre Boleto com e sem Registro

Boleto sem registro:

  • Existe apenas uma taxa de liquidação (sem taxa de emissão);
  • Consequentemente, é mais barato emitir boleto sem registro do que com registro;
  • O banco não é informado da geração do boleto;
  • Responsabilidade de preenchimento, emissão, envio e cobrança é 100% da entidade;
  • O banco apenas transfere os valores após a identificação dos pagamentos.

Boleto com registro:

  • É cobrada uma taxa de emissão do boleto, mesmo que o cliente não pague. Dependendo do banco, pode cobrar tarifas de permanência e baixa do título;
  • O banco é informado, através de um arquivo de remessa, da emissão de novos boletos;
  • O banco pode cobrar e protestar o cliente.

O DATASIND está pronto para as novas mudanças

A equipe da Tecnotins responsável pelo sistema DATASIND, preparou o sistema para atender todas essas demandas, e está preparado para fornecer a melhor maneira de beneficiar as entidades. De forma simples e rápida o usuário poderá enviar os arquivos de remessa aos bancos.

Não perca mais tempo, entre em contato conosco e adquira a melhor solução para sua entidade! 

6 Comments

  1. 10 de outubro de 2016 at 07:02

    O “DATASIND” é uma programa de fácil utilização, veio pra facilitar a vida financeira do sindicato.

    • Tecnotins-Reply
      31 de outubro de 2016 at 10:32

      Agradecemos sua opinião Luane, é muito importante para nós. Estamos sempre procurando melhorar para trazer aos nossos clientes os melhores serviços!

  2. 10 de outubro de 2016 at 07:03

    O “DATASIND” é um programa de fácil utilização, veio pra facilitar a vida financeira do sindicato.

    • Tecnotins-Reply
      31 de outubro de 2016 at 10:32

      Agradecemos sua opinião Luane, é muito importante para nós. Estamos sempre procurando melhorar para trazer aos nossos clientes os melhores serviços!

  3. Delma-Reply
    10 de outubro de 2016 at 08:36

    Quanto ao banco cobrar e protestar o cliente, isso só será feito mediante a solicitação da entidade? Ou será automaticamente?

    • Tecnotins-Reply
      31 de outubro de 2016 at 10:34

      Bom Dia Delma.

      A solicitação deverá ser feita manualmente.
      Ou seja, você tem uma segurança a mais para receber de seu devedor.

Leave A Comment